Follow by Email

sábado, 19 de novembro de 2011

MISSÃO CUMPRIDA


Missão cumprida

Bom, começo dizendo que prisão do traficante Nem, o mais 7 procurado do Rio de Janeiro, dá o que pensar sobre a polícia sabendo que o Bope, a tropa de elite que ficou famosa com os filmes e se diz incorruptível, ficou de fora se somos corretos a suspeita, veja só, é que integrantes do Bope poderiam vazar informações para a quadrilha de Nem, isto é balela.

Algumas horas antes da captura do traficante, três policiais civis e dois ex-PMs já tinham sido presos. Eram seguranças do tráfico.

Para completar a história, Nem afirmou em seu depoimento que metade de tudo o que ele arrecadava com a venda de drogas era gasto com propina para a polícia.

A Rocinha, favela que ele comandava, fica entre bairros chiques do Rio e é tida como a mais lucrativa da cidade. Se for verdade que arrecadava R$ 100 milhões ao ano com o tráfico, são R$ 50 milhões por ano em propina.

Mas, antes de perder a esperança nas forças de segurança, é bom prestar atenção na história dos policiais militares que prenderam Nem. Há Policiais honestos, os PMs que pararam o carro onde o traficante estava escondido receberam uma oferta de propina. Primeiro de R$ 20 mil. Depois, de R$ 1 milhão.

Não tinha ninguém por perto e passava das 11 da noite.

Mas os policiais foram firmes, cumprindo sua missão. O traficante terminou preso. Concluo que isso mostra que, por mais que haja tanta notícia ruim, tem muita gente boa na polícia. Para nós missão dada é missão cumprida, ok.






Como o lema do BOPE: "MISSÃO DADA (É MISSÃO CUMPRIDA)". OK.

Nenhum comentário:

Postar um comentário